Ocorreu um erro neste gadget

sexta-feira, abril 24, 2009

Bovespa sobe mais de 2% em dia de bom humor nos mercados

A sexta-feira (24) foi de nova alta na Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa), que fechou com o melhor resultado desde 1º de outubro de 2008. No dia, o Ibovespa, principal indicador da bolsa paulista, subiu 2,12%, a 46.771 pontos. O giro financeiro ficou em R$ 4,20 bilhões.
Na semana, o índice garantiu valorização de 2,17%, elevando o ganho no mês de abril para 14,28%. Por ora, esse é o melhor desempenho mensal desde janeiro de 2006. No ano, o Ibovespa registra alta de 24,55%.

Bom humor
O humor dos investidores ficou elevado por resultados corporativos acima das expectativas de grandes empresas globais.
A fabricante de eletrônicos Samsung, a montadora Ford, a petrolífera italiana ENI e a empresa de cartões de crédito American Express animaram os investidores ao anunciar desempenho acima do esperado pelo mercado no primeiro trimestre de 2009.
Entre os ativos de maior peso no Ibovespa, Petrobras PN subiu 0,13%, para R$ 29,31; Vale PNA avançou 1,59%, a R$ 30,55; BM & FBovespa ON ganhou 4,56%, a R$ 9,39; Bradesco PN teve valorização de 1,15%, a R$ 26,26; e Itaú Unibanco PN aumentou 2,47%, para R$ 28,59.
Em Wall Street, o índice Dow Jones avançou 1,5%, também mostrando a reação positiva do mercado à indicadores econômicos dos Estados Unidos que não saíram tão ruins quanto economistas imaginavam. Nos mercados de commodities, o dia também foi de ganhos.
No mercado interno, os investidores absorveram dados sobre o desemprego divulgados mais cedo pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), apontando alta para 9,0% em março. A atenção também ficou com dados de inflação: o IPCA-15 subiu para 0,36% no mês, enquanto a terceira prévia do IPC-Fipe ficou em 0,38%.
Na Europa, os ganhos foram expressivos, depois da melhora no índice de confiança da economia alemã.

Véspera
No pregão de quinta-feira, Petrobras, Vale e bancos seguram o Ibovespa descolado da instabilidade externa. O principal índice da bolsa brasileira subiu 2,03%, encerrando aos 45.801 pontos. O giro financeiro, no entanto, foi baixo, somando apenas R$ 3,78 bilhões.

Com informações da Reuters

Nenhum comentário: